Quer saber como montar uma loja virtual de roupas? Descubra aqui!

As lojas virtuais de roupas caíram no gosto dos consumidores brasileiros e, por isso, muitos empreendedores estão apostando nesse modelo de e-commerce. Como é um mercado que está em alta, quem quer criar a sua própria loja virtual de roupas agora precisa caprichar.

Se você está pensando em iniciar um negócio no ramo, continue lendo nosso post! A seguir, vamos explicar o que é esse tipo de estabelecimento e como montar uma loja virtual de roupas. Confira!

O que é uma loja virtual de roupas

Ela é, essencialmente, uma plataforma online em que é possível vender e comprar produtos como camisetas, calças, trajes de banho, entre outros. Após a compra, o cliente recebe sua encomenda em casa. Antes, boa parte dos consumidores tinha receio de pedir esse tipo de mercadoria pela internet por não saber como ela seria de verdade quando a entrega chegasse.

Agora, com a melhora das informações disponíveis nos sites e com a entrega de produtos em bom estado, os compradores estão mais confiantes para realizar aquisições online.

Como montar a sua loja virtual de roupas

Para chamar a atenção dos consumidores, a loja virtual de roupas tem que ser organizada, possuir uma navegação agradável e fornecer dados relevantes para o usuário. Dessa maneira, o comprador vai ser atraído pelas páginas de seu site e também sentirá confiança para finalizar a negociação.

Você pode estar se perguntando: tudo bem, mas como faço para a minha loja ser assim? Vamos explicar isso para você agora mesmo!

1. Defina o seu nicho de vendas

A primeira ação a realizar para ter sucesso com um negócio na internet é descobrir qual será o seu ramo de vendas no setor de roupas. Por exemplo, você pode vender camisetas estampadas para jovens ou apostar somente na moda feminina.

Tentar agradar vários nichos que estão presentes na rede não é uma boa estratégia, pois será difícil conquistar todos eles e você vai perder um tempo, que poderia estar investindo em quem realmente se interessa por seus produtos. Ao definir quais mercadorias disponibilizará para os consumidores, será mais fácil descobrir quem é verdadeiramente o seu público, o que é fundamental para quem tem uma empresa na internet.

No mundo virtual, é preciso se relacionar com os compradores para que você os conquiste. E para começar e ainda manter uma conversa com alguém, você tem que saber com quem está falando, certo?

Sendo assim, pense no que você vai vender, por exemplo, as camisetas com estampas, e reúna informações sobre os seus clientes. Veja quais são as principais características deles, como idade, região, classe social, o que gostam de fazer, entre outros. Dessa maneira, conquistar e fidelizar seus clientes serão atividades mais simples e certeiras.

2. Escolha uma plataforma de e-commerce

Depois de escolher em qual setor das roupas atuará, está na hora de decidir qual é o melhor site para a sua loja virtual. Existem diversas plataformas em que você pode montar o seu e-commerce e você deve analisar qual é a mais adequada para o seu negócio.

Algumas delas têm versões premiums e outras são gratuitas, mas o mais importante é observar quais funcionalidades o site oferece, se ele tem uma boa usabilidade e se há segurança e suporte para você. Essas características darão autoridade para a sua página e o cliente se sentirá protegido ao fechar negócio com você.

Além dessas particularidades, veja qual é o nível de dificuldade da plataforma. Determinados sites são simples e feitos com o objetivo de auxiliar os leigos na criação de e-commerces. Já outros demandam que a pessoa tenha algum conhecimento em programação para conseguir mexer nas funcionalidades e deixar a página do jeito que ela imagina. Nesses casos, o ideal é ter alguém que entenda do assunto para personalizar a loja.

3. Customize a sua página

Assim como em qualquer loja virtual, é necessário customizar a página de acordo com a identidade visual da empresa. Pense em sua logomarca, nas cores e monte um site que seja atraente e agradável para o seu público. Coloque fotos em alta resolução e capriche na descrição de suas mercadorias para que o usuário possa saber tudo sobre elas.

Além das informações que qualquer loja virtual deve oferecer sobre os seus produtos, há certos dados e funcionalidades que são interessantes disponibilizar para o usuário em um site de roupas. Por exemplo, não pode faltar a tabela de medidas, porque o consumidor precisa saber qual é o tamanho que ele veste no padrão de suas peças.

Outra funcionalidade são os botões que mudam a cor da peça, para que o cliente veja quais são as opções e escolha o modelo preferido dele. Na hora da compra, ele também deve ser capaz de selecionar exatamente em qual tamanho, cor e quantidade ele deseja adquirir a peça.

4. Planeje questões técnicas

Quando estiver montando a sua loja virtual de roupas, não se esqueça de pensar nas questões mais técnicas do negócio, como os modelos de pagamento e entrega. Pesquise sobre as alternativas e veja se você vai oferecer pagamentos por cartão de crédito, boleto ou se a melhor opção é fazer uma integração com o Pagseguro.

Estude também as opções de entrega e verifique qual é mais interessante para o seu negócio. Fale com transportadoras, autônomos e faça o cálculo dos seus custos nos Correios. Independente de qual desses você selecionar, pense ainda na embalagem mais adequada para os seus produtos. Evite embrulhos que possam se abrir no caminho ou amassar as roupas, pois elas devem chegar intactas até os clientes.

5. Atenda bem o cliente

Como em uma empresa virtual o vendedor e o comprador não possuem um contato tão direto quanto em estabelecimentos físicos, o dono da loja precisa conquistar o cliente de outras maneiras. Fornecer vários canais de contato, por exemplo, e-mail, telefone, Messenger e direct no Instagram, para que o usuário possa reclamar ou elogiar algum serviço é essencial.

Para que o consumidor se sinta importante para uma loja virtual, essa também deve manter contato com ele. Então, lembre-se de sempre produzir conteúdos para os seus clientes, como promoções, curiosidades e outras informações relevantes para eles. Você pode enviar esses dados por newsletters na caixa de e-mail de cada um ou postar o conteúdo nas redes sociais, por exemplo.

O melhor canal para manter o seu relacionamento com os consumidores vai depender de como eles preferem receber essas informações. Por isso, é fundamental saber quais são os hábitos de seu público.

Como você pode perceber, criar o seu e-commerce demanda tempo, organização e planejamento. Entretanto, se você seguir esses passos mostrados aqui, as chances de ter sucesso no ramo são grandes. Agora que você já sabe como montar uma loja virtual de roupas, já está preparado para começar a criar a sua?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *